.posts recentes

. Cartaz A0

. Viveram felizes para semp...

. III Feira Vocacional

. Zona de construção não pe...

. Zona de Habitação

. Mapeamento das Propostas

. Como chegar a São Pedro d...

. Esquema de propostas

. Visita de Campo

. Novo Logo Do CCC

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

Segunda-feira, 31 de Março de 2008

Visita de Campo


 

Na segunda-feira dia 25 de Fevereiro de 2008 partimos para mais uma visita de campo! Da parte da manhã deslocámo-nos até a ETAR (estação de tratamento de águas residuais) dos concelhos de São Pedro do Sul e Vouzela, onde estiveram presentes duas engenheiras que nos explicaram todos os processos porque passam as águas, prontificando-se sempre a responder às nossas dúvidas.

 

A Etar que está responsável, pelo tratamento das águas residuais de S.Pedro do Sul e Vouzela, é constituída por 4 tanques, um filtro e oito depósitos de secagem de resíduos (lamas). Os detritos chegam à Etar de duas formas:

  • Por gravidade, provenientes de Vouzela (situada a Norte da Etar

  • Por sucção/bombagem, provenientes de S.Pedro do Sul

 

Os detritos de maiores dimensões ficam retidos nas grelhas assentes em paralelos, enquanto que, os restantes se dirigem para o primeiro tanque de decantação. As lamas decantadas no respectivo tanque são posteriormente transportadas para depósitos de secagem. A parte líquida dos mesmos resíduos dirige-se para os filtros cilíndricos. Os biofilmes/biodiscos presentes nos respectivos filtros faziam o tratamento da água por processos naturais de metabolismo realizados por microrganismos. Estes seres de pequeníssimas dimensões, são vitais para a purificação das águas. As colónias de microrganismos presentes não foram introduzidas, criaram-se espontaneamente nos filtros criando biofilmes eficazes. Numa fase final, os líquidos iam para outro tanque onde eram introduzidos compostos químicos de forma a purificar a água. Daqui a água era lançada para o rio numa zona próxima.

A eficácia do processo é sustentada pelas constantes análises à qualidade da água. Recolhem-se amostras da água lançada par ao rio de mês a mês.

 

Depois da visita à ETAR seguimos para o Bairro da Ponte, onde se realiza a captação de água do rio. Essa captação é feita por umas manilhas, contendo dentro destas areia e carvão activo não deixando passar os resíduos. São colocadas próximas dos lençóis freáticos captando assim, a água.

publicado por 12bccriativo às 16:31
link do post | comentar | favorito
free hit counter

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Links Importantes

blogs SAPO

.RSS feeders